O Presidente do Movimento Democrático de Moçambique submeteu esta quarta-feira a sua candidatura a Presidência da República. Uma das apostas de Daviz Simango, caso seja eleito, é reduzir os poderes em torno do Presidente da República, Filipe Nyusi.

Membros e simpatizantes do partido Movimento Democrático de Moçambique juntaram-se de frente ao Conselho Constitucional com cânticos e gritos para saudar o presidente do seu partido, Daviz Simango, que fez a submissão da sua candidatura à Presidência da República esta quarta-feira.

Daviz Simango aproveitou a ocasião para anunciar os pilares do seu manifesto que será apresentado em breve.

Esta será a terceira vez que Daviz Simango concorre às eleições presidenciais.

Publicar um comentário