Nyusi acaba de decidir que ninguém dos que já foram presos arguidos das dividas ocultas será liberto

Repassando
NYUSI determina que ninguém sai da cadeia no caso das dívidas ocultas

O mais alto magistrado do país e comandante em chefe das Forças de defesa e segurança, Filipe Jacinto Nyusi, manteve um encontro de urgência e secreto em mais uma madrugada, desta vez na madrugada do dia 27 de Junho, na cidade de Nampula.


Do referido encontro partilharam os ministros Joaquim Verissimo e Celso Correia, o Comandante-geral da PRM, Bernardino Rafael e os juizes Henrique Cossa, Evandra Uamusse e Inácio Ombe. 

Os juizes foram transportado através de uma avião da força aérea que seguiu às 22:30h e voltaram para a cidade de Maputo às 6h. 



A agenda da reunião era a ordem de não libertar nenhum dos presos das famigeradas dívidas ocultas. Nyusi esclareceu que para ganhar eleições precisa que eles fiquem presos e orientou aos juízos a não mexerem uma palha e não aceitarem pressão.
Determinou que os juizes do caso devem viajar para o estrangeiro numa de irem às formações para fugirem aos documentos e não se preocuparem porque nem o Tribunal Supremo vai reagir. 

Nyusi informou que mandou transferir Zofimo Muiuane da BO para a cadeia Civil para facilitar algumas acções de sabotagem e assassinato de algumas pessoas que vão acontecer nos próximos dias. Disse também para ignorarem qualquer pedido para devolver Zofimo na BO.

Publicar um comentário