Mulher diz ser dona do Sol e quer cobrar de todos que o utilizam "O Sol me pertence devo cobrar a todos que o utilizam"


No meu esforço de tornar o TB um blog ainda mais geek sem perder o seu apelo tecnológico, saí hoje à caça de notícias curiosas envolvendo alguma coisa diferente do que normalmente abordo aqui. O Espaço, por exemplo, é um campo deveras curioso que vez ou outra aparece nas manchetes. Não demorei para encontrar no meio dos meus 300 feeds (sério) um ótimo exemplar que envolve o Sol, uma espanhola meio doida e as leis de tratados internacionais mal-redigidas.

Angeles Duran, espanhola de 49 anos, registrou na semana passada uma estrela bem pouco conhecida como sendo de sua propriedade. O Sol (já ouviu falar?) segundo Angeles, agora lhe pertence depois que ela registrou a propriedade em um tabelião local. Angeles diz que está apoiada pelas leis de tratados internacionais ao afirmar que “as leis dizem que nenhum país pode reivindicar posse de um planeta ou estrela, mas não diz nada sobre um indivíduo”.



O documento diz que Angeles é “dona do Sol, uma estrela de tipo espectral G2 localizada no centro do sistema solar […] há 149 milhões de quilõmetros da Terra”. Achou pouco? A loucura não termina aí. Angeles ainda diz que pretende cobrar uma taxa por uso do Sol e que doará 20% do que for recolhido para o governo do seu país, além de dividir o resto dos possíveis lucros entre instituições de caridade, pesquisa e para sua própria conta bancária.
De onde surgiu essa nada lunática ideia de tomar posse do Sol? Da Lua mesmo. A espanhola afirma que leu em setembro sobre um homem americano que usou o mesmo princípio para tomar posse da Lua e quis repetir a dose.

Com licença, vou ali no cartório registrar Urano no meu nome. Porque assim eu posso fazer uma piadinha em inglês nada amigável.
Com informações: NeotoramaMyFoxOrlando. Imagem sob domínio público retirada da Wikipedia.

Publicar um comentário