Moçambique pode sofrer o mesmo golpe com o de Madagascar de um Dj virar Presidente de uma República

O conceituado jurista moçambicano, Elísio de Sousa voltou a tecer mais alguns pontos em relação a candidatura de Hélder Mendonça, popularmente conhecido por Dinho Xs Zouk como candidato à Presidente da República.
Através da sua pagina do Facebook, o jurista escreveu o seguinte:
BRINCADEIRAS DE PÉSSIMO GOSTO (2)
▪25 tarefas de que não PODEMOS brincar de querer fazer:
O Presidente da República é o Chefe do Estado, por conseguinte:
1. Simboliza a unidade nacional;
2. Representa a Nação no plano interno e internacional;
3. Zela pelo funcionamento correcto dos órgãos do Estado;
4. É o Garante da Constituição;
5. É o Chefe do Governo;
6. É o Comandante-Chefe das Forças Armadas e de Defesa e Segurança;
7. Dirige-se a Nação através de mensagens e comunicações;
8. Informa anualmente a AR sobre a situação geral da Nação;
9. Decide sobre Referendos; 
10. Convoca eleições gerais;….. e MAis disse  Elísio de Sousa 

RAJOELINA – (jovem malgaxe), apoiado pelo próprio exército malgaxe deu um Golpe de Estado e foi presidente não reconhecido pela Comunidade Internacional onde só depois de renunciar ao poder ilegal e se submeter à novas eleições é que subiu ao poder depois de meia dezena de anos (criou Bagagem).
EMMANUEL  – (jovem francês) foi membro do Partido Socialista entre 2006 e 2009, foi nomeado secretário-geral adjunto da Presidência da República por François Hollande em 2012, e se tornou ministro da economia em 2014 no governo Valls. Como ministro, apoiou reformas pró-empresariado. Ele saiu do governo em agosto de 2016 para lançar sua candidatura à presidência na eleição de 2017 (é jovem, mas tem muita Bagagem)……esses são os jovens que sempre serão invejados
DINHO – ( jovem moçambicano) ajudem-me, por favor.
PS 2: Não está em causa, nestes posts a arguição de alguma capacidade de qualquer um concorrer as eleições presidenciais em termos Constitucionais. Mas hão-de concordar comigo que há necessidade de uma preparação prévia para a vida política como os demais exemplos acima ilustrados demostram. Eu, o Dinho e qualquer outra pessoa PODEMOS concorrer mas…. 
Por esses e mais motivos que não posso aqui mencionar…..sem querer me lembrar do golpe que Madagascar sofre de…que foi o caso de um Dj virar Presidente duma Republica.

Publicar um comentário