Frelimo em perigo? Todos os partidos da oposição extra-parlamentar já decidiram se unir para apoiar um único candidato






Em Moçambique, todos os partidos políticos extraparlamentares concordaram em apoiar um único candidato às eleições presidenciais de Outubro próximo, que poderá ser Ossufo Momade, líder da Renamo.





Entretanto, a Renamo já está a proceder à recolha de assinaturas em apoio à candidatura de Ossufo Momade à Presidência da República.

Há cerca de uma semana, a Renamo, juntou na sua sede, em Maputo, todos os partidos políticos extra-parlamentares, para anunciar que apoia a ideia de a oposição avançar para as presidenciais com um único candidato.



Em Moçambique existe cerca de meia centena de partidos, mas apenas três, nomeadamente, a Frelimo, Renamo e MDM, têm representação parlamentar.

À frente do projecto de unir a oposição moçambicana para apoiar a Renamo, nas próximas eleições, está o líder do Partido Independente de Moçambique (PIMO), Yaqub Sibindy, que afirmou estar satisfeito por a Renamo ter aceite esta ideia.



"O grupo está disponível para abraçar este projecto", destacou Yaqub Sibinde, lamentando, no entanto, "o facto de a Renamo ter demorado muito a responder, porque quando a apresentamos, em 2017, a ideia era criar um gabinete jurídico de assistência e fiscalização de todo o processo, incluindo o recenseamento eleitoral".

Publicar um comentário