Mulheres Estão A Ser Forçadas A Manter Relações Em Troca De Ajuda Humanitária Numa Aldeia Na Beira

Uma reportagem do Jornal de Notícias mostra como numa aldeia a 80 quilómetros da Beira há mulheres a ser forçadas a manter relações para receberem os donativos enviados para o país.
Há mulheres moçambicanas a serem forçadas a manter relações em troca de ajuda humanitária, na sequência da destruição causada pelo ciclone Idai, de acordo com uma reportagem no local publicada na edição deste domingo do Jornal de Notícias.
A reportagem acompanha a história de uma mulher, mãe de três filhos entre os 2 e os 12 anos de idade, e cuja identidade foi ocultada, que já foi violada pelo menos três vezes por um dos chefes da aldeia de Lamego (a cerca de 80 quilómetros da cidade da Beira, a localidade mais afetada pelo ciclone), como contrapartida para receber um saco de 10kg de arroz único alimento que ela e os filhos têm comido nas últimas semanas.

Publicar um comentário