Manuel Chang reune condições para ser extraditado para os EUA

Tribunal diz que Chang pode ser extraditado para os EUA

O juiz William JJ Schutte decidiu há momentos que “há evidências de que Manuel Chang cometeu os crimes de que é acusado e estão reunidas todas as condições para que possa ser julgado nos EUA”.

Com esta decisão, está aberto o caminho para que o antigo ministro das Finanças, Manuel Chang, seja extraditado para os EUA. Mas antes disso deve ser julgado o pedido de extradição do mesmo Manuel Chang para Moçambique.

A decisão final de para onde Chang deve ser extradição é da competência do ministro da justiça da África do Sul, baseada na decisão do tribunal.

Agora iniciou o julgamento do pedido de extradição de Moçambique, pelo mesmo juiz. As duas decisões serão submetidas ao ministro da justiça. Até ao final do dia de hoje, o tribunal poderá decidir se Chang pode ser extraditado também para Moçambique.

O ministério público sul-africano já deu o seu parecer e disse que “o pedido de Moçambique está conforme” e o próprio Chang aceita ser extraditado para Moçambique.

A sessão está suspensa até 14h00 para que o juiz se possa pronunciar sobre o pedido de Moçambique.

Publicar um comentário