Advogados de defesa pedem prisão domiciliária para Lula da Silva


Caso não seja suspensa a ordem de prisão decretada em Abril, a defesa de Lula da Silva, pede ao Supremo Tribunal Federal (STF), prisão domiciliária.
Os advogados de defesa reforçam a pretensão de que seja suspensa da execução da pena de 12 anos e um mês de prisão, escreve o Notícias ao Minuto.
Caso o STF não interceda a favor da suspensão da prisão, os advogados sugerem ao tribunal outras medidas cautelares, como a possibilidade de cumprir a sentença em prisão domiciliária.
Uma vez que Lula lidera as sondagens de voto para as presidenciais, a defesa pediu a suspensão da inelegibilidade de Lula para concorrer às eleições.

Publicar um comentário